Últimas

Em Eirunepé, população protesta contra a transferência para hospital de custódia de padrasto acusado de estupro e morte de enteada de 11 anos


Na tarde desta quarta-feira, 24/11, a população de Eirunepé (distante 1159 de Manaus) foi às ruas protestar contra a decisão da Justiça do Amazonas que autoriza a transferência de Antônio Sirlande Coelho da Silva para o Hospital de Custódia da capital. Antônio foi preso em flagrante no último dia 17 de novembro, suspeito de estupro de vulnerável e feminicídio, tendo como vítima uma menina de 11 anos, que era sua enteada. 


Segundo informações do gestor da Delegacia Regional de Polícia Civil de Eirunepé, investigador Gonzaga Jr, em entrevista, o homem teria estuprado a menina e logo em seguida, teria desferido as facadas contra o corpo e o pescoço da vítima.  O crime teria acontecido na casa que a menina morava com a mãe e o suspeito. Gonzaga relatou que as equipes de investigação constataram que o crime já vinha sendo praticado há algum tempo.



Após cometer o crime, o homem teria tentado suicídio, se golpeando com duas facadas na barriga. A tentativa foi mal sucedida e ele foi socorrido, sendo levado até o hospital de Eirunepé, onde passou por procedimento cirúrgico e já está em recuperação. “Durante o abuso, a adolescente ameaçou denunciar aos familiares, e foi nesse momento em que foi atingida por um golpe de faca no pescoço e 20 em outras partes do corpo. Após cometer o crime, o homem tentou contra a própria vida, desferindo três golpes de faca contra o próprio peito”, explicou o gestor.


O crime


De acordo com testemunhas que prestaram depoimento na Delegacia de Polícia de Eirunepé, por volta das 10h30 da manhã da última quarta-feira (17/11), a menina foi vista sendo arrastada pelos cabelos por Antônio e gritando por ajuda. O suspeito ultrapassou uma mureta em um terreno e, no local, teria desferido golpes de faca na menina, que foi encontrada logo depois sem vida. As testemunhas acionaram uma viatura da polícia que passava pelas proximidades.


Ao encontrar o corpo da adolescente, os policiais acionaram o hospital da cidade, que enviou uma ambulância para removê-lo. Ainda conforme os autos, médicos detectaram que além dos 20 ferimentos a faca, a menina também apresentava sinais de abuso sexual. Antônio Sirlande foi encontrado caído na calçada da residência dele com ferimentos a faca pelo corpo. Ele foi levado primeiro ao hospital da cidade para ser medicado.

Nenhum comentário