Últimas

Mais de 600 casas serão construídas no Prosamin+ no Amazonas

Manaus/AM - 648 unidades habitacionais serão construídas como parte do Programa Social e Ambiental de Manaus e do Interior (Prosamin+). Uma das inovações do novo programa é que parte dessas unidades habitacionais será construída em áreas desapropriadas em gestões anteriores e que estão sem uso, proporcionando considerável economia de recursos aos cofres públicos.

O novo programa, com contrato já aprovado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), beneficiará 60 mil pessoas na zona leste de Manaus, com obras de urbanização, construção de novos conjuntos habitacionais, saneamento básico e drenagem urbana.

As primeiras licitações para o início das obras do Prosamin+ serão lançadas ainda neste mês de novembro, pela Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE). O órgão coordena a execução do programa, hoje considerado pelo BID uma referência para o país, em termos de projetos socioambientais.

O coordenador executivo da UGPE, Marcellus Campêlo, explica que o Prosamin+ prevê a construção de unidades habitacionais nas zonas leste e sul de Manaus. Na zona sul, estão previstos 104 apartamentos, divididos em 13 blocos, que serão erguidos em áreas desapropriadas próximas ao Igarapé do Quarenta, no bairro Cachoeirinha, e nas proximidades da Avenida General Rodrigo Otávio, no bairro do Japiim. Na zona leste, serão 68 blocos e mais 544 apartamentos.

Em sua primeira fase, o Prosamin+ vai beneficiar as famílias que residem no leito do Igarapé do Quarenta, em áreas na comunidade da Sharp e na Manaus 2000, nas zonas leste e sul, respectivamente. O programa vai executar obras de infraestrutura, saneamento básico, urbanismo, habitação e recuperação ambiental nos bairros do Japiim, Coroado, Distrito Industrial e Armando Mendes.

Nenhum comentário