Últimas

Prefeito David Almeida realiza entrega de armas e veículos à Guarda Municipal e anuncia concurso público para 2022


O prefeito de Manaus, David Almeida, realizou nesta quinta-feira, 18/11, a entrega de 250 pistolas semiautomáticas calibre 9 milímetros e seis veículos à Guarda Municipal. O evento aconteceu no auditório da sede da prefeitura, localizada na avenida Brasil, Compensa, zona Oeste da capital amazonense. Durante a ação, o gestor municipal anunciou também a realização do concurso público com 200 vagas para a Guarda Municipal em 2022.

 

"Mais um reforço para a segurança pública. A Guarda Municipal armada é uma tendência nacional. As grandes cidades já estão com a guarda armada e equipada. Vamos ter modernas viaturas à disposição da nossa Guarda Municipal e, certamente, estaremos dando um salto de qualidade no serviço, dando total segurança à população naquilo que se refere à Prefeitura de Manaus. Terminais, feiras, locais de circulação, todos esses contarão com a presença da Guarda Municipal. Vamos ter um moderno sistema de segurança pública, englobando a Semtepi (Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação) e o CCC (Centro de Cooperação da Cidade), para dar celeridade e segurança ao trabalho da Guarda Municipal", enfatizou Almeida.

 

A ação contou com a presença do vice-prefeito e secretário municipal de Infraestrutura (Seminf), Marcos Rotta, e do secretário da Casa Militar, Willian Dias.

 

Entre os veículos entregues, estão duas motos elétricas modelo scooter, dois patinetes elétricos e dois carros, que serão usados no patrulhamento na cidade.

 

O armamento será utilizado, primeiramente, por um grupo de 60 guardas que serão selecionados no processo seletivo interno, composto por seis fases. Apesar de a Guarda Municipal ter atualmente 421 servidores em seu efetivo, apenas 165 estão aptos a participar do processo seletivo.

 

O chefe do Executivo Municipal também anunciou que irá realizar o aumento no número de servidores efetivos da Guarda Municipal a partir do ano que vem, com a realização de um concurso público.

 


"Temos previsto para a próxima semana o envio, à Câmara Municipal de Manaus (CMM), do estatuto da Guarda Municipal, o plano de carreira, uma luta de 72 anos. A defesa social é também obrigação do município, e estamos realizando esse avanço em apenas 11 meses, dada a necessidade da nossa cidade. Só os 165 efetivos poderão utilizar o armamento. Desses, em 2022, 112 podem se aposentar. Por isso, vamos lançar, muito provavelmente em janeiro do ano que vem, o edital do concurso público da Guarda Municipal. Serão 200 vagas, sem cadastro reserva, que irão nos ajudar na segurança pública da cidade de Manaus", explicou o prefeito.

 

Dia histórico

 

O chefe da Casa Militar, Willian Dias, ressaltou a importância da ação realizada pela Prefeitura de Manaus, visto o impacto para a Guarda Municipal, principalmente pela valorização da categoria que buscava  a criação do estatuto há mais de 70 anos.

 

"Hoje é um dia histórico para a segurança pública municipal. Um dia que, outrora, era considerado um sonho ou até uma utopia. Enquanto chefe da Casa Militar, é uma honra participar desse momento. Quando assumimos, nosso maior desafio era sobrevivência, questão de  saúde em relação a pandemia. Em meio a toda aquela dificuldade, a Guarda Municipal se fez presente e os servidores não hesitaram em realizar a escolta das vacinas, a proteção dos pontos de vacinação. Realizamos um processo que resulta nesse dia histórico. Não apenas do armamento, mas da valorização da categoria, principalmente na questão humana, valorizar cada servidor. Ação essa que era buscada há 72 anos e foi realizada nesta gestão", finalizou.


Texto – Thiago Fernando / Semcom

Fotos – Dhyeizo Lemos e João Viana / Semcom e Mário Oliveira / Fundo Manaus Solidária


Nenhum comentário