Últimas

Idoso é preso acusado de abusar sexualmente de enteado no Jorge Teixeira

 A vítima tem 24 anos e é uma Pessoa com Deficiência (PcD)



Manaus- A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio das equipes do 30º Distrito Integrado de Polícia (DIP), cumpriu na segunda-feira (20), mandado de prisão temporária em nome de um idoso de 79 anos, investigado por abusar sexualmente do enteado, um jovem de 24 anos, que é uma Pessoa com Deficiência (PcD). O crime ocorreu no dia 25 de outubro deste ano, no bairro Jorge Teixeira, zona leste de Manaus.


Conforme o delegado Torquato Mozer, titular do 30° DIP, o infrator é marido da avó materna da vítima, e conviviam juntos há 37 anos. Além do casal, a tia do jovem também morava na casa onde o fato ocorreu. Segundo Mozer, a família morava em Belém, porém, em junho deste ano, se mudaram para Manaus após a avó ter sofrido um Acidente Vascular Cerebral (AVC).


O jovem se queixava de dores no ânus, e relatou a tia que havia sonhado que um homem deitava sobre ele e o estuprava, fato que causou estranhamento na mesma. Com base nisso, foram instaladas câmeras de segurança no quarto onde o jovem dormia e, no dia 25 de outubro, o infrator aproveitou a ocasião em que sua esposa saiu para ir ao médico, e cometeu o ato libidinoso”, esclareceu a autoridade policial.


De acordo com o delegado, após conseguirem as filmagens que comprovaram o crime, os familiares decidiram denunciar o fato, porém, o indivíduo desconfiou, saiu de casa e não retornou mais.


Mozer, destacou que houve participação da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Idoso (DECCI) no apoio operacional, porque após a fuga, o idoso compareceu à unidade especializada para denunciar que seus familiares estavam retendo seus documentos pessoais.


Ordem judicial 


Foi solicitada à Justiça pelo mandado de prisão em nome do idoso, e a ordem judicial foi expedida no dia 14 de dezembro, pela juíza Careen Aguiar Fernandes, da Central de Inquéritos. Mozer destacou que, após a ordem ser decretada, os policiais seguiram em diligências e efetuaram a prisão do idoso, na travessa Manjericão, no mesmo bairro onde o crime ocorreu.


Procedimentos 


 indivíduo responderá pelo crime de estupro de vulnerável. Ele foi encaminhado à Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde ficará à disposição da Justiça.




FOTO:Mayara Viana/PC-AM


Nenhum comentário