Últimas

Presépio flutuante inicia visita às comunidades ribeirinhas nesta quinta-feira, 16/12

 


Prefeitura de Manaus, por meio do Fundo Manaus Solidária, entregou nesta quarta-feira, 15/12, o presépio flutuante com trenó do Papai Noel, no Porto de Manaus, roadway, Centro. O evento contou com a presença do prefeito de Manaus, David Almeida. Com 30 metros de altura e montado em cima de uma balsa, que mede 49 metros de comprimento e 15 metros de largura, o presépio é o principal símbolo do projeto “Natal das Águas, Luz da Esperança”.


Além do presépio e do trenó com o Papai Noel, a embarcação conta com uma árvore de Natal, e demais personagens que integram o cenário do nascimento de Jesus – os Reis Magos, Maria, José, o menino Jesus, anjos, além de animais. A balsa irá passar em diversas comunidades da zona ribeirinha, levando brinquedos e o encanto do Natal.



É de muita importância que a zona ribeirinha seja contemplada com esse grande brilho natalino, por meio do maior presépio flutuante do Brasil. Pela primeira vez, essas pessoas terão a oportunidade de comemorar o fim de ano com chave de ouro”, acrescentou David.


Ainda nesta noite, a balsa fez um passeio pela orla do Amarelinho, no Educandos, zona Sul, e na Ponta Negra, zona Oeste. Nesta quinta-feira, 16, a embarcação segue para a primeira viagem, dentro da programação do projeto Natal
das Águas, Luz da Esperança, pelo rio Amazonas, nos polos Aruarú e Cueiras, para a distribuição de brinquedos e desfile pelo rio. “O Natal é a época mais linda do ano. Levar essa balsa com todas essas luzes do encanto natalino aos manauenses da zona ribeirinha, é levar esperança de dias melhores”, comentou a presidente do Fundo Manaus Solidária, Dulce Almeida.


Dentro das ações Natal das Águas, Luz da Esperança, a Prefeitura de Manaus já entregou o maior presépio com movimentação do Brasil, além da árvore de Natal da orla da Ponta Negra. Diversas avenidas da cidade também já ganharam iluminação e ornatos.  Ônibus articulados e coletores de lixo também iluminam as ruas de Manaus.

Fotos – Mário Oliveira / Fundo Manaus Solidária

Nenhum comentário