Últimas

Senador Omar pede celeridade na investigação de denúncias feitas pela CPI da Covid-19

Reunião aconteceu na Procuradoria do República (DF), responsável por analisar pedidos de indiciamento feitos pela Comissão



O senador e ex-presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia, Omar Aziz (PSD-AM), se reuniu com procuradores do Ministério Público Federal (MPF), em Brasília, para cobrar celeridade nas investigações e não deixar que as denúncias sejam “enterradas”.

 

Composto também pelos parlamentares Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e Renan Calheiros (MDB-AL), a comitiva frisou a importância de uma audiência com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, para tratar dos pedidos de indiciamento presentes no relatório final.


A reunião aconteceu nesta quarta-feira, (9), na sede da Procuradoria da República, no Distrito Federal, com a presença da Procuradora-Chefe, Ana Paula Coutinho. A Procuradoria em questão é responsável por analisar os pedidos de indiciamento e os documentos da investigação da CPI envolvendo improbidade administrativa e corrupção, entregues juntos do relatório final em outubro do ano passado.  


Enviamos provas e documentos, como o próprio caso da VTC Log. Mas a CPI também tinha suas limitações legais e só os órgãos competentes podem realizar outros cruzamentos de informações e aprofundar na apuração das denúncias. Essa reunião também é para mostrar que todo o trabalho da CPI pelas mais de 600 mil vítimas da Covid-19 não foi em vão e a justiça precisa dar uma resposta para a sociedade.”, reforça Omar Aziz. 


O relatório final da CPI da Pandemia pede o indiciamento de 80 agentes públicos e privados por crimes como prevaricação, crimes contra a humanidade, improbidade administrativa, fraude contratual, ato lesivo à administração pública, tráfico de influência, entre outras acusações.



Nenhum comentário