Últimas

Deputado diz que licitação milionária de helicóptero de luxo para Wilson Lima foi suspensa após denúncia

Suspensão veio um dia após o parlamentar ter denunciado a intenção milionária do Executivo em bancar o “mimo” do governador, que poderia custar R$ 4,5 milhões aos cofres públicos do Estado.




“Vitória do Amazonas”. Foi assim que o deputado estadual Wilker Barreto (Cidadania) iniciou a informação, nesta quinta-feira (7), da anulação do Pregão Eletrônico (PE) nº 204/2022, para licitar serviços de locação de helicóptero de luxo para viagens do governador Wilson Lima (União Brasil), família e autoridades.


Segundo ele, a decisão do Executivo aconteceu um dia após o parlamentar ter denunciado, na tribuna da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), a intenção milionária do Executivo em bancar o “mimo” do governador, que poderia custar R$ 4,5 milhões aos cofres públicos do Estado.


O deputado informou que, de acordo com portal e-Compras do governo, o pregão estava marcado para acontecer na próxima sexta-feira (08/04), e previa a contratação de empresa especializada em serviços de locação de aeronave tipo asa rotativa (helicóptero), fato este revelado por ele, durante sessão ordinária da Casa Legislativa, na última quinta.


Vinte e quatro horas depois da repercussão, o Executivo decidiu revogar os serviços de locação da aeronave, que teria capacidade mínima de seis passageiros, incluindo o piloto. Tais condições se enquadram nos modelos de helicóptero de luxo.


Para Barreto, a anulação do pregão é uma vitória da sociedade amazonense e sugeriu, ainda, a destinação do valor que seria gasto no aluguel da aeronave para o Hospital do Coração Francisca Mendes (HCFM).


“O bom senso precisa prevalecer. Já que o governo tinha capacidade para gastar R$ 4,5 milhões para despesas com helicóptero, que esse dinheiro seja remanejado para salvar vidas no Francisca Mendes, com cirurgias cardíacas e procedimentos de cateterismo. É desta forma, Wilson Lima, que você usa o dinheiro de forma correta do contribuinte, o povo é totalmente contrário às suas mordomias”, afirmou o parlamentar.



*Com informações 18 horas 

Nenhum comentário