Últimas

Maratona de David vai muito além dos R$ 72 mil investidos em Barcelona

O retorno desse “investimento” vai muito além da opinião distorcida do fato



O exemplo dado pelo prefeito precisa ser compreendido com seu devido valor.

A despeito da crítica aos 72 mil “gastos” pelo prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), para participar da Maratona de Barcelona no último dia 8 de maio, é importante observar que o retorno desse “investimento” vai muito além da opinião distorcida do fato.


Pode-se começar chamando atenção exatamente pela oportunidade que o prefeito viu de divulgar a Maratona de Manaus, a ser realizada em outubro, montando estande numa das mais importantes cidades da Europa e tendo ele próprio como garoto-propaganda.

Nesse caso, o valor é infinitamente irrisório se comparado com 10 segundos no horário da novela ou do Jornal Nacional.


Além disso, divulgar e promover a cidade é também uma atribuição dos gestores públicos. 


Mas o simbolismo da viagem de David Almeida é muito maior do que tudo isso. Tem valor imensurável.


Ao participar da maratona, como atleta, o prefeito divulga estilo de vida de qualidade. Pode-se entender até como um grito contra o sedentarismo.


Certamente, a imagem do prefeito correndo mais de 40 quilômetros vai estimular muita gente a se desgrudar do sofá.


Assim, ajudará a combater doenças que se aproveitam da comodidade oferecida pela modernidade. E, nesse caso pode-se citar o diabetes e a hipertensão, princípios da maioria das causas de doenças que lotam os hospitais públicos.


A linguagem corporal de David Almeida, por si, é um rompimento com tudo o que já se viu no poder no Amazonas. 


O que se viu por aqui? Políticos com corpo de atletas de mesa de dominó, com copo nas mãos e charutos na boca.


Aos 53 anos idade, David parece estar incentivando muita gente que pode ter achado que o tempo lhe impõe carga pesada.


Assim, o gesto do prefeito precisa ser entendido com o seu devido valor, ainda que muitos, inclusive jovens, não queiram entender.




Fonte: BNC AMAZONAS 


 

Nenhum comentário