Últimas

Pai de criança jogada de 4° andar pela madrasta diz não acreditar no ocorrido

O pai da criança de 6 anos que foi jogada pela madrasta da janela do 4° andar do prédio em que morava com o pai, diz não acreditar que a mulher seria capaz de atirar o menor e que pensava que a companheira teria jogado suas roupas pela sacada.

O crime aconteceu na madrugada desta segunda-feira (23), na Cidade Universotária, em Maceió.

O casal deu versões diferentes para a briga que resultou no crime. A reportagem não divulgou os rostos nem os nomes de ambos para não identificar a vítima. O menino foi internado com ferimentos no rosto e escoriações pelo corpo. O último boletim médico do Hospital Geral do Estado (HGE), divulgado no final da tarde, informa que seu estado de saúde é estável.

Nenhum comentário