Últimas

Roberto Cidade solicita melhorias nos ramais da Água Branca e do Leão, na Zona Rural de Manaus


As más condições de trafegabilidade dos ramais Água Branca e do Leão, Zona Rural de Manaus, motivaram o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado estadual Roberto Cidade (UB), a apresentar requerimentos ao Governo do Amazonas e à Prefeitura Municipal de Manaus solicitando melhorias. Os requerimentos indicam a necessidade de intervenção, principalmente, nos quilômetros 32 (ramal Água Branca) e 37 (ramal do Leão) que são acessados por meio da rodovia AM-010.


Tenho recebido muitas reclamações de sitiantes, de moradores desses ramais e é importante que as secretarias responsáveis sejam provocadas por nós, para que as melhorias cheguem. O Governo do Estado e a Prefeitura de Manaus estão recuperando muitas vias da capital por meio do ‘Asfalta Manaus’, mas é claro que em uma cidade do tamanho da nossa, muitas coisas acabam passando e, por isso é importante a nossa vigilância parlamentar. É com esse objetivo que apresentei os requerimentos. Tenho certeza de que as melhorias irão acontecer”, falou.


O ramal Água Branca existe há mais de 56 anos, abriga mais de 600 famílias divididas entre seus 16 quilômetros de extensão e suas vicinais secundárias, que são compostas pelos ramais Terra Prometida, Santa Cecília, do Professor, do Tinga, Severino, do Breu e do Incra. “Os moradores sofrem, mas as crianças que precisam ir para a escola sofrem ainda mais, por isso, fazer as correções é urgente. Depois de dois anos de pandemia, não podemos deixar que haja aumento na evasão escolar”, continuou.


Cidade requereu da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Região Metropolitana de Manaus (Seinfra) e da Secretaria Municipal de Infraestrutura de Manaus (Seminf) medidas emergências de recuperação com o intuito de resguardar a trafegabilidade dos usuários dos ramais Água Branca e do Leão. No ramal do Leão, o requerimento especifica a necessidade de melhorias na vicinal da Petrobras, no acesso à Comunidade Zona Paraíso Verde.  


A Comunidade Zona Paraíso Verde abriga 420 famílias e possui apenas uma via de acesso, a vicinal da Petrobras, no Ramal do Leão, e as chuvas que têm atingido o Estado estão prejudicando, ainda mais, o tráfego dos moradores locais.


Para a Comunidade Zona Paraíso Verde, Cidade apresentou também requerimento à Amazonas Energia solicitando extensão da rede elétrica que atende o local. “Estamos na Aleam encerrando a CPI da Amazonas Energia e foram identificados vários pontos que precisam ser melhorados e maior atenção à zona rural do Estado é uma delas. Identificamos isso na Comunidade Paraíso Verde, no ramal do Leão e, por isso o requerimento. Conto com a sensibilidade da direção da concessionária para que o requerimento seja atendido com agilidade”, falou.

Nenhum comentário