Últimas

Wilson Lima libera último lote e conclui indenizações para beneficiários do Prosamim+ do Igarapé do Quarenta


 

Desde 2019, já foram reassentadas 1,4 mil famílias – cerca de 7 mil pessoas – nas áreas intervenção do programa

O governador Wilson Lima autorizou, nesta segunda-feira (16/05), o pagamento do último lote de indenizações para beneficiários do Programa Social e Ambiental de Manaus e Interior (Prosamin+) que residiam em áreas de risco no Igarapé do Quarenta, que estão em processo reassentamento. São R$ 3,7 milhões em indenizações, bônus-moradia e auxílio-moradia para 55 famílias.

As famílias beneficiadas com o último lote moravam no trecho entre a avenida Costa e Silva (Silves) e a rua Maués, bairro Cachoeirinha, zona sul.

"Isso é resultado de um compromisso que a gente havia assimido lá atrás, de continuidade do Prosamin nesta área. Estamos pagando essas indenizações e também estamos tocando aquelas obras. Agora, com o início do verão amazônico, vamos poder trabalhar com mais intensidade na região", destacou Wilson Lima durante a solenidade de pagamento, no Centro de Convenções Vasco Vasques.

Realizada pela Superintendência Estadual de Habitação (Suhab), a ação faz parte do processo de reassentamento de famílias de áreas de risco sob intervenção do Prosamin+ no Igarapé do Quarenta. O programa é executado pela Unidade Gestora de Projeto Especiais (UGPE).

O governador ressaltou que o Estado trabalha para solucionar problemas de falta de moradia em Manaus e no interior. 

"A gente tem um déficit habitacional e esse é um trabalho a longo prazo, para que a gente possa equacionar essa situação. A gente tem outros projetos em encaminhamento, como os Prosamins do interior. A nossa UGPE está acompanhando isso de perto", enfatizou Wilson Lima. 

Desde 2019, o Prosamin+ já retirou cerca de 1,4 mil famílias das áreas de risco de inundação e desabamentos nos igarapés do Quarenta, Mestre Chico e São Raimundo, o que corresponde a 7 mil pessoas. 

Uma destas é a industriária Sharla Queiroz da Silva, 37.

"Eu morava no Igarapé do 40, e as condições de moradia eram muito precárias e era muito difícil por conta da enchente, alagação, era muito inseto, era todo ano aquele aperreio. Agora com o bônus moradia que o Governo vai dar, eu vou ter a minha casa e um lugar melhor para morar”, celebrou ela, que recebeu nesta segunda-feira. 

O Governo do Amazonas, em 3 anos e 5 meses, já investiu R$ 66.592.282,37 para reassentamento de famílias beneficiárias do Prosamim +. Os recursos são financiados pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).  

Famílias beneficiadas - As 55 famílias do Igarapé do Quarenta que recebem o benefício nesta segunda-feira estão assim divididas: 23 indenizações (valores que variam de acordo com o valor da benfeitoria do imóvel), 13 bônus-moradia no valor de R$ 50 mil (solução aplicada para aquisição de casa regularizada no mercado imobiliário) e 19 auxílios-moradia no valor de R$ 6 mil (aplicada a inquilinos e cedidos atendidos pelo programa).

Requalificação urbana - Com esses benefícios pagos, a UGPE poderá avançar nas frentes de obras do Igarapé do Quarenta, que prevê requalificação urbana e viária que vão otimizar o trânsito da cidade.

No local, a UGPE realiza obra num trecho do igarapé entre as ruas Silves e Maués, que incluem a construção de duas vias para permitir a ligação mais rápida entre o Distrito Industrial e o Centro. Há, ainda, serviços de macro e micro drenagem, redes de coleta de esgoto, construção de novas áreas para prática esportiva e convívio social, assim como as reformas dos campos comunitários Betanhão e Noroeste.


Nenhum comentário