Últimas

Governo anuncia reforma da Casa Familiar Rural da Vila Amazônia, em Parintins

No local, serão realizados cursos profissionalizantes em parceria com a Ufam, UEA e Cetam


O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), fará a reforma da Casa Familiar Rural da Vila Amazônia, no município de Parintins (distante 369 quilômetros de Manaus). A reforma foi anunciada pelo governador Wilson Lima, na quarta-feira (15/06), durante visita à localidade.

 

A sede da Vila Amazônia fica a 30 minutos de barco da sede do município. Tem mais de 9 mil habitantes, cujas atividades agrícolas abastecem o Programa Vem Pra Feira, mantido pela prefeitura de Parintins com apoio da Agência de Desenvolvimento Sustentável – ADS, além de atender também outras 46 comunidades da região.

 

Construída em 2010, a Casa Familiar Rural da Vila Amazônia foi utilizada como local de treinamento de produtores rurais. Atualmente é utilizada pela Secretaria Municipal de Educação (Semed) de Parintins para educação infantil.

 

Após a reforma anunciada pelo governo do Estado, o prédio será novamente destinado à realização de cursos de capacitação para os produtores rurais e outros setores da comunidade, em parceria com a Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam).

 

O agricultor e coordenador da Casa Familiar Rural da Vila Amazônia, Jeferson Rosas, agradeceu ao governo do Estado “por aceitar nosso pleito, encaminhado ao secretário Petrucio Magalhães Júnior, da Sepror, que mandou sua equipe à campo e aprovou uma reforma completa, o que é muito gratificante, porque vai atender nossos jovens que estão ansiosos no campo por mais conhecimento”.

Jeferson entende que a partir das atividades que serão retomadas pela Casa da Família Rural, “haverá geração de mais trabalho e renda, melhorando a qualidade de vida e auxiliando os demais membros da comunidade, com os jovens atuando como multiplicadores de conhecimento tecnológico no campo”, concluiu

 


No prédio a ser reformado será instalado um laboratório de informática e uma biblioteca, além de outras melhorias em toda a estrutura. A administração ficará a cargo do Fórum Parintinense de Educação do Campo, das Florestas e das Águas Paulo Freire (Fopinecaf), sob a coordenação da Secretaria Municipal de Educação (Semed) de Parintins.

 

Para José Ramos, funcionário do Idam local e representante do órgão no Fopinecaf, “a reforma da casa familiar rural é de suma importância para o desenvolvimento da gleba de Vila Amazônia e todo o interior de Parintins, onde o agricultor familiar rural já tem participação em escolas de ensino básico e médio, mas sente a necessidade melhorar por meio do conhecimento técnico, administrativo e ambiental, para que desenvolvam suas propriedades de forma sustentável”.

 

Vila Amazônia


Formada por aproximadamente 60 glebas, áreas de assentamentos rurais promovidos pelo Incra e que ocupam mais de 300 mil hectares, a Vila Amazônia é habitada secularmente por inúmeras famílias de trabalhadores (pescadores, agricultores e extratores). A região já foi uma colônia japonesa a partir da década de 30 até a década de 40. Nas duas décadas seguintes, suas terras foram adquiridas pelo empresário J.G. Araújo, e tornou-se grande potencial na produção de juta, atividades agropecuárias e extrativistas, até ser alvo das ações do Governo Federal, por meio do Incra, a partir da década de 80.

 

Hoje, a sede da Vila Amazônia é o ponto de partida de uma rodovia que dá acesso de Parintins ao estado do Pará, chegando até a localidade de Serra da Valéria, no limite do Amazonas e entrando no estado vizinho a partir da cidade de Juruti.

 

Fotos: Divulgação/Sepror

 


Nenhum comentário