Últimas

Morre o mestre de gerações do jiu-jitsu, Osvaldo Alves, aos 84 anos



Manaus – Osvaldo Alves de Albuquerque, 84 anos, tido como um dos grandes nomes do jiu-jitsu brasileiro, faleceu na noite desta segunda-feira (18).

Ele lutava contra um câncer de próstata e teve uma carreira exemplar dedicada a ‘arte suave’.


Biografia


Nascido no Acre e criado no Rio de Janeiro,  morava em Manaus, cidade pela qual nutria grande amor.


Na cintura, uma faixa vermelha 9º Dan e  na memória, incríveis histórias sobre a evolução da modalidade.


Outro título carinhoso que recebeu por seu grade trabalho foi de ‘enciclopédia do jiu-jitsu’.


O mestre foi um jovem aluno do lendário Carlos Gracie e militou, arduamente, no desenvolvimento da luta, pela qual dedicou – se durante 70 anos. 

Em Manaus, também aproveitava para repassar estes conhecimentos, sendo extremamente respeitado por professores e alunos de todas as idades.


Início


Sua trajetória começou no judô e, logo depois, ao passar em frente a tradicional academia Gracie, no Rio, escolheu também a ‘arte suave’ como uma paixão na vida.


Aos seis anos, foi convidado a integrar a equipe de alunos de Carlos Gracie.

Praticante assíduo das duas artes (judô e jiu-jitsu), Osvaldo Alves conquistou, aos 17 anos, duas medalhas de ouro no Pan Americano de Judô.


Na mesma época, mudou-se para o Japão, onde passou cinco anos apurando técnicas de ambas as artes.


De volta ao Rio de Janeiro, com a bagagem cheia, o mestre ajudou a família Gracie a aperfeiçoar movimentos e passou a dar aula na tradicional academia.


Uma grande perda para todos os esportista que lamentam, profundamente, sua partida.


Fonte: Portal do Generoso

Nenhum comentário