Últimas

PM preso por atirar contra casa de festas em Parintins é solto após audiência de custódia




O policial militar de 37 anos, preso por atirar contra uma casa noturna em Parintins (distante 369 km de Manaus), foi solto durante audiência de custódia, no domingo (24). Segundo a Polícia Civil, o PM teria se irritado após funcionários do estabelecimento pedirem para ele não fumar no local


Apesar de determinar que o suspeito responda ao crime em liberdade, o juiz plantonista Rafael Rodrigo Raposo também decidiu que o PM:


  • está proibido de frequentar bares, casas noturnas e estabelecimentos similares; 
  • está proibido de sair do município.


Ainda de acordo com as autoridades, o policial vai responder pelos crimes de disparo de arma de fogo e dano qualificado.


Prisão do PM


De acordo com o delegado Adilson Cunha, titular da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) do Município de Parintins, o caso ocorreu na madrugada de sábado (23), quando o policial militar começou a fumar dentro de uma casa noturna.


Na ocasião, funcionários do estabelecimento informaram que ele não poderia fumar no local.



O pedido deixou o PM irritado. Ao deixar a casa de festas, ele efetuou disparos na direção do local. Os tiros atingiram o bar e destruíam o vidro da vitrine e das geladeiras de bebidas. Não houve feridos.


O suspeito foi preso em flagrante na manhã de sábado, e ficou detido na delegacia do município até a audiência de custódia.

Nenhum comentário