Últimas

Preso criminoso que matou segurança de padaria durante assalto em Manaus

A polícia procura agora o suspeito que planejou o assalto, que resultou na morte do segurança



Adailson Gomes da Silva, de 32 anos, foi preso na segunda-feira (18), apontado como o assassino do segurança Paulo Alves Bezerra, que tinha 63 anos de idade. O crime ocorreu no dia 28 de abril deste ano, em uma panificadora, local de trabalho da vítima, no conjunto Vila Real, na Zona Norte de Manaus.


De acordo com o delegado Adriano Félix, titular da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), Adailson foi a pessoa que efetivamente atirou contra o segurança que foi alvejado com um tiro na cabeça. A prisão dele aconteceu em um posto de combustíveis, na Zona Norte de Manaus.


“Adailson foi chamado por um criminosos identificado como Felipe Monteiro, que foi quem planejou a ação criminosa. O Felipe entregava ovos na padaria e viu a caixa do estabelecimento movimentando uma grande quantia em dinheiro. No mesmo dia, ele planejou o crime com ajuda de Adailson e de um suspeito, conhecido como “Perninha”, que ainda não identificamos”, explicou o delegado.


A autoridade policial destacou que as equipes chegaram até Adailson por meio do carro utilizado na ação criminosa, modelo Ford Fiesta, de cor prata, que era de propriedade do irmão dele, identificado como Adenilson.

“No dia do crime, Adailson ligou para o irmão informando que haviam roubado o carro dele e que Adenilson precisava fazer um boletim de ocorrência. Isso já era uma tentativa de ludibriar o trabalho da polícia. Por meio do irmão dele, que não sabia do assalto que terminou em latrocínio, chegamos até o Adailson”, explicou o delegado.


Em depoimento, Adailson confessou o crime e deu detalhes da ação criminosa. A polícia agora segue em busca de Felipe e de “Perninha”. Denúncias podem ser feitas ao 181, da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).


Adailson foi indiciado por latrocínio e ficará à disposição da Justiça na Central de Recebimento e Triagem no quilômetro oito da rodovia federal BR-174.




*Com informações Em Tempo

Nenhum comentário