Últimas

Prefeitura já construiu mais de 4 mil metros de pontes em bairros afetados pela cheia

Em Manaus, o nível do rio Negro atingiu 29,81 centímetros nesta quinta-feira, 20/5, e a cheia da capital já é a segunda maior da história. Para amenizar os impactos e garantir a locomoção da população, a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) e Defesa Civil, já construiu mais de 4 mil metros de pontes nos bairros alagados da capital.

 

O município trabalha com a previsão de que a cheia supere os 30 metros, de acordo com a estimativa do Serviço Geológico do Brasil (CPRM). Nos últimos dias, os bairros do Centro, Educandos, São Jorge, Aparecida, Cidade Nova, Glória e Mauazinho já estão sendo atendidos pelas equipes da Seminf com a construção de pontes.

De acordo com o vice-prefeito e secretário municipal de infraestrutura, Marcos Rotta, as ações de prevenção dos impactos da cheia na vida das pessoas é prioridade nesse momento tão delicado. As medidas são desenvolvidas com o envolvimento das várias secretarias que compõem o Comitê Especial de Enfrentamento das Cheias Fluviais do Município.

O prefeito David Almeida tem se desdobrado em acompanhar todos os impactos da cheia na cidade de Manaus, para que possamos ter a dimensão do que possa ser a maior cheia da história da cidade, mas também as ações que a gente precisa empreender para minimizar os danos e os prejuízos. Temos buscado ações preventivas desde os primeiros sinais de que a cheia deste ano seria uma das maiores. A determinação é de que as equipes da Seminf trabalhem diuturnamente para prestar um serviço de qualidade, até que todas as pessoas afetadas pela cheia sejam atendidas”, ressaltou Rotta, que é presidente do Comitê.

De acordo com o secretário da Casa Militar, tenente William Dias, a meta é que 7 mil metros de pontes sejam construídos para atender todos os pontos de alagações que foram mapeados pela prefeitura no município. Só na Marina do Davi, localizada no bairro da Ponta Negra, zona Oeste, onde é grande o fluxo por conta do transporte de pessoas das comunidades próximas, foram construídos 7 metros de ponte. Nesta quinta-feira, foi iniciada a construção de 22 metros de ponte na feira do bairro da Glória, também na zona Oeste.

“Nós estamos atuando desde janeiro com o mapeamento das áreas que poderiam ser afetadas pela cheia. Por uma determinação do prefeito David Almeida, iniciamos a operação cheia em conjunto com as secretarias, para minimizar os impactos causados pela subida do rio Negro. Hoje, já construímos mais de 4 mil metros de pontes e ainda devemos construir cerca de 3 mil para atender todos os pontos de alagamento que foram mapeados no município. A Prefeitura de Manaus tem trabalhado todos os dias para que a população tenha um serviço de qualidade prestado pelo poder público”, disse William Dias.

 

— — —

Texto – Valesca Martins / Seminf

Fotos – Divulgação / Casa Militar

Nenhum comentário