Últimas

Cenas fortíssimas! Irmãos matam o próprio pai com tiros de espingarda e golpes de facão




Um crime violento e inusitado chocou a população da pequena cidade de São José da Vitória, no sul da Bahia, a cerca de 40km de Itabuna. Dois irmãos assassinaram o próprio pai, a tiros de espingardas e golpes de facão. O crime aconteceu na noite desta terça-feira (08), por volta das 18h30, na zona rural do município. 


Os irmãos Wallace Santos Cabral, 23 anos, e Uemerson Santos Cabral, 20 anos, foram presos na manhã desta quarta-feira (09), por guarnições militares nas imediações do município de Arataca, também na região sul da Bahia. Eles foram levados para o Complexo Policial de Itabuna. O pai deles foi identificado como Agnaldo da Cruz Matos, 42 anos, e o corpo já foi trazido para a sede do Departamento de Polícia Técnica de Itabuna, também no Complexo Policial do município. 


À polícia e à equipe de reportagem do Verdinho Itabuna, os irmãos alegam legítima defesa. Eles relatam que, ao longo de muitos anos, sofreram bastante com o pai, que era usuário de drogas, viciado em crack, e que para sustentar o vício do entorpecente, obrigava os filhos a roubar cacau na região, para que ele pudesse, posteriormente, vender, e adquirir as pedras da substância ilícita. 


De acordo com os relatos, esse foi apenas um dos abusos que sofreram ao longo de anos, com Agnaldo. Irmãos, por parte de pai e mãe, Wallace e Uemerson afirmaram não estar arrependidos do crime, e argumentaram que, se não matassem o pai, seriam mortos nesta ocasião. Eles dizem que além dos filhos, a esposa de Agnaldo também sofria com agressões físicas constantes. Além de Wallace e Uemerson, Agnaldo deixa outros nove filhos. 


Wallace é o mais velho, e diz que é muito apegado ao irmão, e na noite desta terça-feira, quando aconteceu toda a situação, Agnaldo estaria tentando esfaquear o mais novo, Uemerson, e Wallace interviu, mas o pai tentou matar os dois filhos. 


Então, de acordo com essa versão dos irmãos, eles atacaram o pai e o mataram com tiros de duas espingardas de soquete, de calibres .40 e .32, e, em seguida, com golpes da facão. Uma dessas espingardas foi apreendida pela polícia.



 

A briga teria acontecido porque Uemerson decidiu não mais trabalhar com o pai, e colocar sua própria barraca para vender frutas. Agnaldo não teria se agradado dessa decisão e passou a atacar Uemerson. Os dois irmãos presos não tinham passagens anteriores pela polícia. 

Nenhum comentário