Últimas

Prefeitura realiza gincana com alunos da Educação de Jovens e Adultos para incentivar as práticas educacionais


Manaus- Em alusão ao aniversário da cidade de Manaus e para reforçar a campanha de prevenção ao câncer de mama, a Prefeitura de Manaus realizou nesta quinta-feira, (28), o evento “Vem pra Gincana: Manaus 352 anos”, que envolveu alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) da Secretaria Municipal de Educação (Semed). A ação ocorreu no hall da secretaria, no bairro Parque 10 de Novembro, zona Centro-Sul.

O momento de dinâmicas faz parte do projeto “Vumbora EJA” e teve a finalidade de promover o conhecimento geral e regional, estabelecer a socialização, cooperação entre a comunidade escolar e oferecer um ambiente alternativo e lúdico para a construção do saber além da sala de aula. 

O chefe da Divisão Geral dos Distritos (DGD) e representante do secretário municipal de Educação, Pauderney Avelino, professor Júnior Mar, enfatizou como a gincana anima o aprendizado dos alunos jovens e adultos. 


"Esse é um lindo projeto da nossa rede municipal de educação, da gestão do prefeito David Almeida, onde trabalhamos com nossos alunos as questões físicas, intelectuais, sociais e emocionais. Assim, fomentamos a participação desses nossos estudantes, que são uma categoria que tem todo nosso carinho, respeito e atenção", destacou. 

A gerente da Educação de Jovens e Adultos (EJA), professora Alina Bindá, explicou porque é necessária a valorização desse grupo da educação municipal. 

"A educação de jovens e adultos é um direito, além de ser uma modalidade de ensino que tem que ser garantida a todas as pessoas, que tiveram dificuldades com o estudo, e o município de Manaus faz valer esse direito. Esse movimento da gincana proporciona a integração entre escolas e alunos e traz cultura e ensinamentos que favorecem de modo significativo as ações voltadas ao ensino e aprendizagem de Manaus", frisou. 

Participantes

Todas as sete Divisões Distritais Zonais (DDZs) da Semed foram representadas nesta atividade. As escolas municipais participantes foram: Ana Mota Braga (Sul); Rodolpho Valle (Oeste); Presidente João Goulart (Norte); Aristóphanes Bezerra de Castro (Centro-Sul); Carolina Perolina Almeida (Leste I); Olavo das Neves (Leste II); Ambientalista Chico Mendes (rural).

Entre os professores participantes, estava o professor Diucelino Ferreira, da escola Dr. Aristóphanes Bezerra de Castro, localizada na Comunidade Aliança com Deus, bairro Cidade de Deus. O educador achou positiva a ação e destacou como contribui para o avanço da EJA na rede municipal de educação. 

"É muito bom para os alunos participarem desse evento, porque eles se sentem importantes e percebem que estão sendo levados em conta pela administração, ou seja, se sentem realmente valorizados. Ainda mais quando falamos em EJA, porque é necessária uma atuação diferenciada devido os alunos serem trabalhadores, por isso precisamos montar estratégias diferentes para trazê-los à escola”, pontuou.

A aluna Joiciane Leite de Miranda, 30, componente da equipe que representou a escola Carolina Perolina Almeida, do bairro São José, zona Leste, realizou uma apresentação sobre a conscientização acerca da prevenção ao câncer de mama e comentou sobre a conexão entre professor e aluno na modalidade EJA.

"Em sala de aula, o aluno e professores estão muito envolvidos e isso é muito bom, porque com o estudo nós temos mais oportunidades de vida. Os professores da escola Carolina Perolina me deram uma chance de hoje estar aqui e sou muito grata a eles", comentou.

 Atividades

As atividades foram: desafio coleta de tampinhas; produção artística, apresentações de poema, pintura, música e dança em alusão ao aniversário de Manaus; apresentação do vídeo “Outubro Rosa” produzido por cada chefe das DDZs; vídeo "História do Bairro", feito por alunos; jogos cooperativos; perguntas e respostas “É mesmo ou é abacaba?".

Na ocasião, houve a premiação com entrega de troféus, medalhas e certificados às escolas-destaques. 

Programa

O projeto “Vumbora EJA” tem o objetivo de estimular a prática de hábitos saudáveis junto aos estudantes e profissionais das escolas que atuam com a Educação de Jovens e Adultos na rede municipal de ensino, baseando-se no equilíbrio de três fatores: a saúde física, a saúde mental e a saúde financeira.


Fotos Altemar Alcantara/ Semcom

*Com informações assessoria 

Nenhum comentário