Últimas

Em Manacapuru, jovens são preso pelo crime de latrocínio cometido contra idoso

Erivaldo Bispo Oliveira reagiu ao roubo e foi morto com sete golpes de arma branca



Manacapuru- A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Manacapuru (a 68 quilômetros de Manaus), cumpriu, na noite de domingo (06), por volta das 18h, mandados de prisões preventivas em nome de Davi Soares Coelho e Felipe Soares Pinto, ambos de 19 anos, pela prática do crime de latrocínio, cometido contra Erivaldo Bispo de Oliveira, que tinha 78 anos. A ação policial ocorreu na comunidade de Caviana, naquele município.


O crime ocorreu na quinta-feira (03/02), por volta das 8h30, naquela mesma localidade. De acordo com o delegado Rodrigo Torres, titular da unidade policial, a vítima era um comerciante conhecido do local, e os infratores estavam monitorando o dinheiro das vendas, a fim de praticar um roubo contra ele.


“No dia do fato, os indivíduos foram até a residência da vítima, com o intuito de subtrair o dinheiro, que estava na propriedade. Na ocasião, Erivaldo reagiu ao roubo e foi atingido com sete golpes de arma branca, vindo a óbito ainda no local”, disse o delegado.


Segundo a autoridade policial, durante as investigações, foi descoberto que a vítima havia comentado com terceiros que os autores o estavam vigiando, o que facilitou as buscas pelos jovens.


“Eles foram localizados em uma área de mata, naquela comunidade. Na delegacia, os autores confessaram o crime e relataram que desferiram os golpes na vítima pelo fato de ela ter reagido ao ato criminoso”, explicou Torres.


Decisão judicial


O mandado de prisão em nome dos indivíduos foi expedido pelo juiz plantonista Fábio César Olintho de Souza, do Juizado Especial de Manacapuru.


Procedimentos


Davi e Felipe responderão por latrocínio, e ficarão à disposição do Poder Judiciário.

Nenhum comentário