Últimas

Jogadores do Flamengo são recebidos com protesto na porta do CT; veja imagens

Manifestação acontece após cancelamento de uma reunião entre elenco e uma organizada do Rubro-Negro



A manhã de sexta-feira (08) começou tensa no Flamengo com a manifestação de um grupo de torcedores de uma organizada na porta do CT Ninho do Urubu, onde o time faz o último preparatório antes da viagem à tarde para Goiânia, onde estreia no Brasileirão no sábado, contra o Atlético-GO.


Os carros que chegavam ao CT eram parados e os manifestantes pediam para o motorista descer o vidro. Um dos únicos poupados, Arrascaeta foi identificado e liberado: "É o Arrasca, pode passar, esse é 'nóis'", disse um dos torcedores.


Vários vídeos circulam nas redes sociais e, em um deles, é possível ver os manifestantes batendo no capô do carro e cobrando, possivelmente, Willian Arão. 




Os seguranças do clube tiveram trabalho para tirar os torcedores que cercam os carros, como no caso do volante Thiago Maia. No momento em que ele chegou ao CT, um dos torcedores subiu na parte da frente do veículo e deu tapa no vidro. Já Gabigol parou para conversar com alguns líderes das organizadas que estavam na manifestação.


Logo na entrada, foi colocada uma faixa pela torcida com os dizeres: "Se damos a vida exigimos que vocês deem o sangue". O Flamengo pediu reforço no policiamento.


O protesto foi marcado por uma organizada do Fla após o cancelamento de uma reunião com jogadores pelo vice de futebol Marcos Braz. O meia Everton Ribeiro, capitão do time, chegou a afirmar no desembarque dos jogadores após a vitória em Lima, pela Libertadores, que a reunião não seria "natural".



*Com informações R7



Nenhum comentário