Últimas

Prefeito de Manaus critica Bolsonaro ao lado de Wilson Lima

David Almeida disse ainda que não há mais dialogo diante dos ataques contra a Zona Franca de Manaus.




Na manhã desta segunda-feira (02/05) o prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), criticou o presidente Jair Bolsonaro (UB), aliado do governador do Amazonas, Wilson Lima (UB), que estava ao lado do chefe do Executivo Municipal. 


David Almeida elevou o tom em defesa da Zona Franca de Manaus (ZFM) e disse que o presidente e todos os seus apoiadores “querem levar o povo à fome”.

Durante vistoria do programa “Asfalta Manaus”, no bairro Alvorada, zona centro-oeste de Manaus, David Almeida foi questionado pela imprensa sobre o seu posicionamento em relação ao presidente Jair Bolsonaro, que em recentes decisões publicou dois decretos que atingem diretamente os interesses da Zona Franca de Manaus.


“Eu sou eleito pelo povo da minha cidade, eu vou lutar pelos interesses da minha cidade. Eu fiquei triste ontem, eu vi pessoas fazendo manifestações, no Dia do Trabalhador, apoiando o deputado federal Daniel Silveira, defendendo a intervenção no STF e não defendendo o povo da sua própria cidade. Tem gente que foi eleita com o voto do amazonense, do manauara, que não defendeu e não defende os empregos de vocês. Tem coragem de defender o povo lá do sul, e não defende o povo que os elegeu. E tem gente que é contra a Zona Franca e quer se eleger para acabar a zona franca”, disse David.


O prefeito David Almeida falou que irá falar em todos os bairros o discurso contra Jair Bolsonaro e seus apoiadores e destacou que não há mais diálogo em relação aos decretos que reduziram que zerou a alíquota do Imposto sobre Produtos Importados (IPI), alterando a Tabela de Incidência sobre Produtos Industrializados (TIPI) para processos de bebidas não alcoólicas, atingindo o Polo de Concentrados do Amazonas, e também ao que reduziu o IPI em 25% em todo o país.


 “Eu vou falar em todos os bairros que eu for, em todas as ruas que eu for, eu vou falar para essa gente que está querendo levar o meu povo, a minha cidade à fome. Não tem pouca conversa, não tem papo, não tem dialogo. É justiça, é judiciário. Porque se eles quisessem mudar, já tinham mudado”, disse o gestor.


David Almeida seguiu o tom duro contra Jair Bolsonaro e apoiadores do presidente constrangendo o próprio governador Wilson Lima que age de forma indiferente desde o primeiro ataque contra a Zona Franca no dia 26 de fevereiro deste ano, na primeira edição da redução de 25% do IPI. 


“O presidente Bolsonaro está sendo mal-informado, o presidente Bolsonaro está sendo enganado, espero que seja dessa forma. Mas os líderes evangélicos que eu conversei, estou mandando mensagem, tem de atuar com o presidente Bolsonaro conforme o profeta Natan agiu com o Rei Davi. Um verdadeiro amigo fala o que você precisa ouvir. Não é o que você quer ouvir.


David disse que mesmo ter votado no presidente Jair Bolsonaro seguirá cobrando o chefe do Executivo federal pelos interesses do Amazonas. 


“Eu queria poder estar aqui dizendo que o presidente Bolsonaro defendeu os empregos da ZFM. Isso não está acontecendo. E aqui não tem nenhum leso. Não sou otário. Nem o povo do meu estado. O cara teve 67% dos votos no meu estado, e a gente não tem de ficar aplaudindo ele acabar com os empregos do nosso estado. A gente tem de cobrá-lo. Já esgotou todo o diálogo. Eu votei nele, mas eu cobro ele. Ele tem de respeitar o povo que o elegeu. Essa é a minha posição”, disse.


Ministro


O prefeito de Manaus chamou o ministro da Economia, Paulo Guedes, de imbecil e disse que a autoridade ministerial quer destruir a Zona Franca. 


“Qual a autoridade que o presidente não tem para o seu ministro? O pior ministro da economia de todos os tempos chama-se Paulo Guedes. Abram os olhos. Nós temos a maior inflação de todos os tempos, nós temos o pior índice de desemprego. O ovo é R% 0,50, o pão é R$0,50, a conserva (em lata) é R$ 15, a gasolina quase R$ 8, o gás mais de R$ 110, a energia está cara, e sabe qual o culpado para o imbecil desse Paulo Guedes? A Zona Franca que significa menos de 0,9% do PIB brasileiro. Um imbecil desse que nunca recebeu um voto, vem prejudicar o povo da minha cidade”, disse David.





*18 horas

Nenhum comentário